O Ministério do Interior do Afeganistão informou que pelo menos 58 pessoas morreram em um atentado com bombas feito na noite do último dia 8 junto de uma escola em Cabul. Mais de 100 pessoas ficaram feridas nas explosões.

Segundo a pasta, primeiro houve a explosão de um carro na porta da escola, depois a detonação de duas outras bombas quando as estudantes fugiam, em pânico, do edifício.

Nenhum grupo reivindicou a autoria do atentado, mas o presidente do Afeganistão atribuiu a responsabilidade aos talibã, que negam qualquer envolvimento.

As autoridades locais disseram que a maioria dos mortos eram estudantes. Algumas famílias ainda procuravam em hospitais por seus filhos.

Neste domingo (9), o Papa Francisco classificou o ataque como um “ato desumano” em declarações aos peregrinos na Praça de São Pedro, na Cidade do Vaticano.