Na manhã da segunda-feira, 16, o prefeito homologou novo decreto que institui o retorno às aulas no formato presencial para o dia 23 de agosto, nas escolas da Rede Municipal de Ensino.

Segundo o chefe do executivo, o Plano de Retomada, que vem sendo construído desde a transição, sofreu as adequações frente à nova fase da pandemia da Covid-19. De lá para cá, muitas ações precisaram ser executadas conforme a realidade encontrada em cada uma das 58 Unidades de Ensino do município. “Dentre tantas demandas necessárias ao retorno seguro das aulas presenciais, sempre colocando a vida dos profissionais e dos estudantes em primeiro lugar, nós desenvolvemos ações como a capacitação em protocolos de biossegurança; a implantação do sistema de gestão escolar, em que todas as atividades podem ser acessadas pela secretaria escolar, pelos professores, pelos estudantes e seus responsáveis de forma on-line; a contratação de pessoal; a realização de melhorias na infraestrutura e a limpeza das escolas; a aquisição de materiais de expediente, de limpeza, da merenda, de Equipamentos de Proteção Individual e de itens para atender aos protocolos sanitários; e, com o apoio incondicional da Secretaria de Saúde, realizamos a vacinação de todos os profissionais da educação.” destacou o prefeito.

A Secretaria Municipal de Educação se reuniu, nesta mesma tarde, com todos os diretores escolares, supervisores e coordenadores escolares que, junto ao Departamento Pedagógico da Seme, alinharam como fica, a partir de agora, a rotina da escola, o dia a dia dos profissionais, dos estudantes e suas famílias. Para que tudo saia como prevê o Plano de Retomada, Reuniões de Pais serão agendadas nas escolas, antes da data do retorno, a fim de informar aos responsáveis questões ligadas à segurança e à aprendizagem dos estudantes, esclarecer como serão as atividades na escola e as atividades em casa, por isso é muito importante que as famílias comparecem na escola quando forem convidadas. Para a garantia do cumprimento da segurança sanitária, as reuniões serão programadas por cada ano/turma, será uma boa oportunidade para as famílias conhecerem a nova organização da escola dentro dos protocolos sanitários.

A Secretaria de Educação detalhou como está organizada a primeira semana letiva de aulas presenciais “Preparamos o acolhimento do estudante, sabemos do impacto do retorno, muitas crianças perderam seus familiares, outras foram afetadas emocionalmente com tanto tempo de isolamento, além de apresentar aos estudantes o Guia da Família, com a rotina diária dos protocolos de segurança. Num segundo momento, iniciaremos a aplicação das avaliações diagnósticas de língua portuguesa e de matemática para todas as turmas, uma atividade que mostrará o quê, o quanto e como os alunos aprenderam, ou não, em relação às atividades desenvolvidas durante os anos de 2020 e 2021, será possível, dessa forma, identificar os pontos positivos e as dificuldades da turma e de cada aluno. A família precisa garantir a presença do estudante na avaliação diagnóstica que é de suma importância para o planejamento do processo ensino-aprendizagem.” frisou a Secretária Municipal de Educação.

Além da Avaliação Diagnóstica da rede municipal, exclusivamente para os alunos do 2° ano do ensino fundamental, será aplicada a Avaliação de Fluência em Leitura 2021, que se trata de uma ação em colaboração com o Governo do Estado, já que o município participa do Programa de Alfabetização em Regime de Colaboração (PARC). Com a Avaliação de Fluência é possível identificar o nível de leitura dos alunos e a partir daí consolidar a alfabetização.

As escolas estão preparadas, os profissionais estão capacitados para as aulas presenciais seguras e o ensino fortalecido garantindo que a aprendizagem aconteça com sucesso.

Leia na integra o Decreto volta as aulas. http://www.novavenecia.es.gov.br/wp-content/uploads/2021/08/DECRETO-No-16.730-DE-16-DE-AGOSTO-DE-2021.pdf